Movimento Solidário

A Microsegur quer contribuir para uma humanidade mais solidária e mais próspera.

Por isso, em 2022, ano em que celebramos 25 anos, iremos promover várias ações solidárias, às quais, a Microsegur e seus funcionários gostariam de convidar todos os clientes, fornecedores, famílias e amigos, para nos ajudarem a dar voz a todos aqueles que precisam da nossa ajuda.

A primeira iniciativa, na ocasião do Natal, é a favor do Movimento Aldeias Infantis SOS Cabo Verde.

Conheça as Aldeias Infantis SOS Cabo Verde.

A Aldeias Infantis SOS Cabo Verde é uma organização de desenvolvimento social independente, não-governamental, sem fins políticos nem religiosos, que atua em favor das crianças desfavorecidas e suas respetivas famílias e comunidades.

Constituem objetivos da organização o acolhimento e apoio de crianças que tenham perdido os cuidados parentais ou estejam em risco de os perder e o reforço da estrutura das respetivas famílias, proporcionando-lhes um ambiente familiar acolhedor, bem como uma formação sólida para alcançarem uma vida autónoma e a integração plena na sociedade.

SOS Cabo Verde em números:

  • 2 Aldeias Infantis SOS (20 casas familiares, 10 em cada Aldeia)
  • 2 Lares Juvenis
  • 2 Casas de Acolhimento na Comunidade (1 Santa Cruz e 1 no Tarrafal)
  • 1 Centro Social SOS [São Vicente]
  • 276 beneficiários
  • 105 colaboradores

Saiba mais

Aldeia Infantil SOS no mundo:

  • Foi criado na Áustria em 1949 pelo Hermann Gmeiner;
  • Está presente em 135 países e territórios;
  • Com cerca de 76.400 crianças em 518 aldeias infantis SOS e lares de jovens SOS.

Por quê é fundamental agir?

  • Cerca de 18,3% da população infantil pobre de Cabo Verde vive sem a presença da mãe e do pai no agregado familiar, mais de metade não vive com o pai e mãe juntos e 10% foram registadas sem o nome do pai;
  • Cerca de 81.645 crianças e adolescentes (45,4%) vivem em agregados familiares cujo rendimento médio diário por pessoa fica abaixo dos limiares da pobreza (262 ECV no meio urbano e 224 ECV no meio rural);
  • Cerca de (74,5%) crianças pobres não tem acesso à educação;
  • Crianças com idade inferior a 12 anos foram vítimas de 29,6% ocorrências de abuso sexual, 9,4% de agressão sexual, 0,2% de VBG, 40,5% de maus tratos, 0,1% de ameaças e 1,3% de ofensa corporal.

Cabo Verde – Dados da INE 2015

Veja aqui os materiais que a instituição precisa.

Desporto

Bolas de andebol masculino e feminino, redes para a baliza, bolas de futsal, calções e camisolas (S,L,M), sapatilhas (Nº30,35,38,40,42,44), fatos de treino, cone e outros materiais para escolas desportivas, bicicleta para musculação, peças de musculação a roldana, bolas de básquete, bolas de voleibol e tabelas de básquete.

Música

Viola elétrica (rítmica, solo e baixo), violão para crianças, cavaquinho, teclados, bateria, percussão, mesa de som, aparelho de som, chocalho, agogô, reco reco, pandeiro e flauta.

Material Escolar

Mochilas, cadernos, borrachas, lápis de corres variáveis, régua, tablets, portáteis, computadores de mesa, aparelho wireless, livros de contos e aventuras, banda desenhada, livros académicos, livros informáticos, compasso de canetas de feltro.

Materiais de Pintura

Tintas guwas, pincéis, telas e tinta de pavimento (placas de pavimento).

Jogos de Mesa

Xadrez, dama, dominó e monopólio.

Vestuários

Calças, camisas, sapatos, saias e blusas de crianças de 0 a 5 anos/ 5 a 10/ 10 a 15/ mais de 16 a 23 anos de idade.

Como ajudar?

Os materiais podem ser entregues à Microsegur, até 31 de janeiro de 2022. A Microsegur se compromete a entregar a Organização SOS Cabo Verde, em seu nome.

EndereçoR. Reinaldo Ferreira 48 A B, 1700-324 Lisboa

Os donativos em dinheiro devem ser feitos diretamente à instituição pelo:

SOS FUNDRAISING CABO VERDE

CV64000500000340120910197

BIC: CGDICVCP

Registe aqui a sua doação, para contabilizarmos juntos!

Se tiver alguma dúvida entre com contacto connosco: geral@microsegur.pt/ 808 202 322

“Muitas crianças precisam de muitos amigos. É fácil fazer o melhor quando muitas pessoas ajudam.”

Herman Gmeiner
Fundador das Aldeias Infantis SOS

Vamos ajudar!